Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Vacinação contra a gripe, em Boa Vista, será feita em 28 Unidades Básicas de Saúde

A capital Boa Vista está com tudo pronto para o início da primeira etapa de vacinação contra o vírus Influenza/H1N1, causador da gripe.

 
 -   /
/ /
ÁUDIOTEXTO PARA RÁDIOFoto: Divulgação

A capital Boa Vista está com tudo pronto para o início da primeira etapa de vacinação contra o vírus Influenza/H1N1, causador da gripe. A partir de segunda-feira, 23 de março, serão vacinados idosos e profissionais de saúde. Vinte e oito Unidades Básicas de Saúde da capital terão postos de vacinação.

O maior desafio para as autoridades locais é com o coronavírus. Por isso a ordem é evitar locais com grande aglomeração de pessoas, o que não impede receber a dose. A meta é vacinar 90% do público alvo.

Os moradores da zona rural serão atendidos por uma equipe volante. Setenta porcento da população aqui de Roraima se concentram em Boa Vista, com quase 400 mil habitantes entre brasileiros e venezuelanos. Os imigrantes do país vizinho também devem tomar a vacina.

“A primeira etapa que vai de 23 de março a 15 de abril é voltada aos idosos e trabalhadores da saúde; a segunda etapa, de 16 de abril a 8 de maio, são professores força de segurança militares e salvamento; a terceira etapa, de 9 a 22 de maio, será voltada para crianças, população privada de liberdade, indígenas, funcionários do sistema prisional, adultos de 55 a 59 anos, gestantes, puérperas e pessoas portadoras de doenças crônicas”, afirma.

De acordo com a médica infectologista Alessandra Martins, que atua na cobertura da Campanha contra o Influenza, a antecipação da vacina pelo Ministério da Saúde, chega em boa hora à capital Boa Vista.



“Essa antecipação é fundamental, porque já estamos no tempo de ausência dos casos gripais: é sazonal mesmo. E, agora, quando começa o nosso Outono, quando começa os nossos períodos de chuva... Estamos nos antecipando para estar prevenidos, quando chegar realmente nesse período sazonal”, diz.

Segundo o secretário municipal Cláudio Galvão, o Ministério da Saúde repassou 13 mil doses da vacina, para a primeira fase da campanha contra o Influenza. O complemento até chegar a 85 mil doses para atingir o público alvo será disponibilizado nos próximos dias. Para mais informações saiba mais em saude.gov.br. 
 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE