Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Restaurantes do Ver-o-Peso são fechados como prevenção ao novo coronavírus em Belém

Maior feira livre da América Latina atende mais de 50 mil pessoas por dia, entre feirantes, clientes e turistas. A medida segue por tempo indeterminado.

 

Parte do mercado do Ver-o-Peso, em Belém, precisou ser fechado na tarde desta terça-feira (24) como prevenção ao novo coronavírus (Covid-19). De acordo com a Prefeitura, a área que abriga os bares e restaurantes no complexo precisou ser interditada. A medida segue por tempo indeterminado.

Imagens de celular registraram o momento em que os comerciantes deixavam os boxes de venda da feira. Na área onde são vendidas comidas típicas, é possível ver as cadeiras levantadas, e equipamentos desligados. De acordo com a Prefeitura, a ação de fechamento da feira contou com auxílio de agentes da Guarda Municipal e da Secretaria de Economia do Município (Secom).

A medida faz parte de um decreto do prefeito Zenaldo Coutinho, publicado no Diário Oficial do município nesta terça. De acordo com o prefeito, os setores de bares e restaurantes das feiras da capital, incluindo as ilhas, devem ser fechados para evitar aglomerações. Apesar disso, o decreto não prevê o fechamento das feiras, por se tratarem de serviços essenciais de abastecimento.

Considerada a maior feira livre da América Latina, o Complexo do Ver-o-Peso é conhecido pela variedade de frutas, comidas, carnes, peixes, artesanatos. O local atende mais de 50 mil pessoas por dia, entre feirantes, clientes e turistas.

Coronavírus no Pará

Até o momento o estado possui cinco casos confirmados de Covid-19, sendo quatro deles em Belém. Os pacientes estão com quadro de saúde estável e seguem em isolamento domiciliar. No Pará, 169 casos estão descartados e outros 206 estão em análise, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sespa).

O fechamento de parte do complexo do Ver-o-Peso também atende a um decreto estadual, que estabeleceu medidas de prevenção contra o novo coronavírus. Shoppings, bares e restaurantes estão fechados. Aulas estão suspensas. Órgãos públicos funcionam em regime de escala remota ou com atendimento reduzido. Terminais rodoviários e hidroviários já não podem mais fazer viagens interestaduais, bem como voos internacionais estão proibidos de pousar em Belém.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE