Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Parlamento húngaro concede poderes especiais a Orbán em meio a crise do coronavírus

Governo poderá prender por até cinco anos acusados de divulgar ''notícias falsas'' sobre o vírus ou sobre as medidas do governo.

 
 -   /
/ /

O Parlamento da Hungria aprovou nesta segunda-feira (30) um polêmico projeto de lei que permite ao governo de Viktor Orbán legislar por decreto, em um regime de estado de emergência sem limite de tempo para lutar contra o novo coronavírus.

A lei, criticada pela oposição húngara, foi aprovada por 137 votos a favor e 53 contrários.

A norma prevê até cinco anos de prisão pela divulgação de "notícias falsas" sobre o vírus ou sobre as medidas do governo, segundo a agência France Presse.

Orbán, vem aumentando gradualmente seu poder durante uma década no cargo.

As regras desencadearam críticas da oposição húngara. Segundo a agência Reuters, grupos de direitos humanos e até mesmo o Conselho da Europeu, principal fórum de direitos da Europa, reclamam que não há um prazo claro para o fim da intervenção.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE