Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Recife retoma vacinação após chegada da segunda remessa de doses; vacinação em ‘drive thru’ acontece nas zonas sul e oeste da cidade

Após aplicar vacinas em mais de 130 mil pessoas nos três primeiros dias de campanha, a Secretaria Municipal de Saúde suspendeu temporariamente a vacinação por não ter mais doses.

 
 -   /
/ /
ÁUDIOTEXTO PARA RÁDIOArte: Agência do Rádio

A Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe segue imunizando a população do Recife. Após aplicar vacinas em mais de 130 mil pessoas nos três primeiros dias de campanha, a Secretaria Municipal de Saúde suspendeu temporariamente a vacinação por não ter mais doses. Mas, com a chegada de uma nova remessa de cerca de 46 mil doses, a vacinação foi retomada, no último dia 27 de março.

A campanha de vacinação está na primeira etapa, em que os grupos priorizados são idosos e profissionais de saúde. Os idosos podem procurar os postos instalados em mais de 40 escolas e creches municipais. Para os profissionais de saúde, foram disponibilizadas mais de 160 salas de vacinação em todo o território da cidade do Recife.

A diretora Executiva de Atenção Primária à Saúde da Secretaria Municipal de Saúde do Recife, Ana Sofia Costa, explica que a alta procura da população pela vacina acabou com o estoque de doses em tempo recorde. Mas ela afirma que não há motivo para preocupação, uma vez que o envio é feito semanalmente pelo Ministério da Saúde e a primeira etapa da campanha vai até o dia 15 de abril:

“Recife, nos três primeiros dias de campanha, vacinou mais de 130 mil pessoas dos dois grupos prioritários, o que corresponde a mais de 50% desses grupos. Infelizmente, tivemos que suspender temporariamente a vacinação na quinta-feira porque acabaram as doses da vacina. Mas a campanha de vacinação foi retomada quando a gente recebeu mais 46 mil doses de vacina. Não precisa dessa procura desenfreada. A gente pede calma à população, informamos que o Ministério está mandando, gradualmente, novas doses de vacina para que seja vacinada toda a população dos dois grupos comunitários da primeira etapa de campanha.”

Para resguardar a população de possíveis contaminações proporcionadas por aglomerações e para facilitar a vida dos idosos que forem receber a vacina, a Prefeitura de Recife disponibilizou dois postos volantes de vacinação no sistema “drive-thru”, em que o cidadão recebe a vacina em poucos minutos.

Na zona sul de Recife, o posto foi montado no shopping RioMar, no Pina. O drive thru do Parque Macaxeira, na zona norte, foi substituído pelo ponto em frente ao supermercado Big Bompreço, no bairro de Areias, zona oeste. Nos três primeiros dias da campanha, os dois “drive-thrus” vacinaram mais de dois mil idosos. Ana Sofia Costa explica que essa nova estratégia não é apenas para quem está de carro.

“Fazemos a estratégia do 'drive-thru' de uma forma que não apenas pessoas de carro possam se vacinar. Pessoas podem se vacinar a pé, podem se vacinar de bicicleta e até mesmo dentro de ônibus. A gente está vacinando até mesmo dentro dos ônibus, para chegar a uma quantidade cada vez maior de idosos imunizados na cidade.”

A primeira fase da campanha nacional de vacinação contra Influenza vai até o dia 15 de abril. A partir do dia 16 começa a segunda etapa, em que o grupo prioritário inclui os membros das forças de segurança e salvamento, pessoas com doenças crônicas e condições clínicas especiais (hipertensos, diabéticos e pessoas com imunodepressão); funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade; além da inclusão do novo grupo de Caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários. Esta etapa vai até o dia 8 de maio.

No dia 9 de maio começa a terceira etapa, em que serão imunizadas gestantes, crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias, professores de escolas públicas e privadas, população indígena e pessoas com deficiência e adultos entre 55 e 59 anos de idade. A campanha termina no dia 22 de maio.

O Ministério da Saúde investiu R$1 bilhão na aquisição de 75 milhões de vacina para serem distribuídas em 2020. A vacina, composta por vírus inativado, protege contra os três vírus que mais circulam no hemisfério sul: Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B.

Em caso de fila, nos postos de vacinação, mantenha distância de pelo menos 2 metros dos demais, principalmente os idosos.

E, para mais informações sobre a campanha nacional de vacinação contra a gripe, acesse: saude.gov.br/vacinabrasil. 

 

 


PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE