Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Hal Willner, produtor musical, morre aos 64 anos de coronavírus, diz revista

Americano ficou conhecido pelas esquetes musicais no programa Saturday Night Live . Ele sugeriu que contraiu a doença em um post no Twitter no final de março.

 
 -   /
/ /

Hal Willner, produtor musical e supervisor das esquetes musicais do "Saturday Night Live", morreu nesta segunda (6), aos 64 anos.

Segundo a revista Variety, o americano morreu em decorrência a complicações com o novo coronavírus, mas a causa da morte ainda não foi confirmada.

Além de trabalhar no programa semanal desde os anos 1980, o americano também produziu artistas como Lou Reed, Laurie Anderson, Marianne Faithfull e Lucinda Williams.

O produtor sugeriu no Twitter que estava com a doença no final de março: "Eu sempre quis ter um número um, mas não desse jeito. Na cama em Upper West Side". Um mapa dos Estados Unidos que destacava a concentração de número de casos na costa leste acompanhava o post.

  • Estados Unidos registra mais de 10 mil mortes por coronavírus

Ele pediu que as pessoas mandasse amor para o músico John Prine, infectado com covid-19, em sua última postagem na rede social.

Willner nasceu na Filadélfia em 1956, e mudou para Nova York nos anos 70 quando começou a trabalhar com o produtor Joel Dorn.

Ao longo da carreira também ficou conhecido pela capacidade de reunir grandes músicos em álbuns de tributo, como em "Stay Awake: Various Interpretations of Music from Vintage Disney Films", de 1988. Ringo Starr, Bonnie Raitt, Sinead O'Connor, The Replacements e Michael Stipe estavam no projeto.

  • Veja outros famosos que morreram por causa do novo coronavírus

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE