Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Esquema '''Drive Thru''' para testagem de Covid-19 em Santarém é modificado após denúncia de irregularidades

Pacientes monitorados que não possuíam veículos eram atendidos na calçada, segundo a OAB e Sindicato dos Enfermeiros, e o caso chegou ao MPPA. Semsa sinalizou mudança no atendimento.

 
 -   /
/ /

Implantado desde o final de abril em Santarém, no oeste do Pará, como alternativa de testar pacientes com suspeita de Covid-19 no município, o modelo "Drive thru" vai sofrer alterações no atendimento a partir desta próxima semana. As mudanças são em decorrência de denúncia apresentada ao Ministério Público sobre testagem na calçada de pessoas monitoradas e não nos veículos, como preconiza o modelo de atendimento.

O município conta com apenas um ponto "Drive Thru", que funciona em frente à sede da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), no bairro Santa Clara. O teste feito pelos profissionais de saúde é o rápido, cujo resultado sai em minutos. Essa é uma maneira de verificar possíveis positivados, visto que o teste é um indicativo e não um diagnóstico concreto da doença.

A denúncia em caráter de urgência foi feita pela Ordem dos Advogados do Brasil - Subseção Santarém e Sindicato dos Enfermeiros do Estado do Pará (Senpa), e originou-se de informações repassadas às instituições por disque-denúncia na sexta-feira (8).

Conforme ofício ao MPPA, as instituições informaram que o "Drive Thru" estava sendo feito de maneira equivocada e possibilitava a propagação do vírus. O modelo havia testado positivo cerca de 40 pessoas em seis dias de funcionamento, num total de 200 testes realizados.

"Inúmeros cidadãos e cidadãs não chegavam ao local dentro de um veículo, ou seja, para garantirem seu exame tiveram que sair de seu isolamento domiciliar, utilizando ônibus ou mototáxi, ou mesmo a pé, colocando em risco a saúde de outras inúmeras pessoas tanto na ida à sede do órgão de saúde como no retorno para suas residências", diz um trecho da nota técnica do Senpa.

A OAB e Sinpa enfatizaram que a denúncia não é em virtude da não realização do "Drive Thru", mas sim para que o mesmo ocorresse sem colocar em risco profissionais e a população em geral.

Alternativas de testagem

As instituições solicitaram ao MPPA o impedimento da realização do modelo adotado pelo município e sugeriram, entre outras coisas, a realização de testagem em domicílio e aluguel de cinco carros para transporte dos profissionais da saúde.

"Os testes rápidos têm que ocorrer, a Semsa tem que dar medicação e acompanhar os casos. O que está errado é a logística. Drive Thru é nos carros, mas estava ocorrendo em pedestres na calçada em frente ao prédio da secretaria", disse a procuradora jurídica do Senpa, Cynthia Oliveira.

Modificações

A ação do Ministério Público do Estado foi recebida secretária de saúde de Santarém, Dayane Lima, no sábado (9). Ao G1, a titular da pasta informou que algumas pessoas que a secretaria entrava em contato estavam indo para o posto de testagem em veículos alternativos (mototáxi, ônibus).

Prédio da Semsa em Santarém, no Pará — Foto: Agência Santarém/Divulgação Prédio da Semsa em Santarém, no Pará — Foto: Agência Santarém/Divulgação

Prédio da Semsa em Santarém, no Pará — Foto: Agência Santarém/Divulgação

"A gente vendo as pessoas que não têm condições de ter um carro e estavam indo protegidas, logicamente a secretaria não negava de fazer o teste. Precisa-se saber se ela é negativo para ter alta, ou positivo para continuar no isolamento domiciliar com cuidado mais redobrados", informou.

Seguindo orientação da procuradoria jurídica da Semsa, a testagem ocorrerá somente em pessoas que estiverem em veículos próprios. "A secretaria já está providenciando medidas para não deixar essas pessoas que não têm carros desassistidas", completou Dayane Lima.

Conforme a Semsa, atualmente o Drive Thru ocorre ao fins de semana e com atendimento apenas externo na secretaria. Após a realização da testagem em horários específicos e com a secretaria fechada durante o sábado e domingo, o local é sanitizado (higienizado). Também ocorrerá a intensificação dos orientações aos pacientes em relação ao prevenção e cuidados que devem ser adotados.

Neste domingo (10), em resposta à ação que pedia a suspensão dos testes, a Semsa informou que Ministério Público do Pará (MPPA) autorizou a continuação da testagem de pacientes com suspeita de Covid-19 no modelo Drive Thru, mantendo os parâmetros de segurança para minimizar o contágio.

Recomendação de isolamento

O Ministério da Saúde recomenda que pessoas com síndromes gripais e em monitoramento pelas equipes de saúde dos municípios permaneçam em isolamento domiciliar para evitar proliferação do novo coronavírus.

Modelo "Drive Thru"

Drive Thru é um esquema onde o serviço vai até a pessoa que está dentro do veículos. Ou seja, a pessoa não precisa descer do carro/moto para fazer o teste da Covid-19. Profissionais que vão até o paciente realizar a testagem. Esse modelo é bastante utilizado para evitar aglomeração.

Fila de veículos com idosos para a vacinação contra a Influenza, em Santarém, no Pará — Foto: Tadeu Pinho/Ascom Semsa Fila de veículos com idosos para a vacinação contra a Influenza, em Santarém, no Pará — Foto: Tadeu Pinho/Ascom Semsa

Fila de veículos com idosos para a vacinação contra a Influenza, em Santarém, no Pará — Foto: Tadeu Pinho/Ascom Semsa

Em Santarém, modelo foi adotado pela primeira vez no início da campanha de vacinação contra influenza, cujo público-alvo eram idosos que estão no grupo de risco da Covid-19.

 

 


PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE