Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Especialista apresenta dicas para cuidar dos olhos, óculos e lentes de contato em meio à pandemia Como os olhos podem s

 
Como os olhos podem ser um ponto potencial de contaminação do novo coronavírus (Covid-19), são necessárias algumas medidas de prevenção, além de cuidados redobrados com óculos e lentes de contato.

De acordo com a oftalmologista Emanuela Pimentel, profissional de saúde do Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá (PA), a Covid-19 pode ser transmitida pelas secreções oculares e, também se manifestar como conjuntivite folicular leve, muito parecida com uma infecção por outro vírus, o "Adenovírus".

'Segundo alguns estudos as secreções oculares podem conduzir o vírus e infectar outras pessoas, da mesma forma que se o vírus entrar em contato com os olhos a pessoa pode ser contaminada. Por isso, é importante evitar levar as mãos ao rosto, principalmente quando as mesmas não estiveram higienizadas', afirma Emanuela.

A especialista do Regional do Sudeste do Pará, unidade do Governo do Pará e gerenciada pela Pró-Saúde, ainda explica que se deve tomar várias medidas de precaução em relação ao manuseio dos óculos e lentes de contato, mesmo sendo barreiras físicas de proteção eles precisam ser bem higienizados, de acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

"Nesse momento estou orientando aos usuários de lentes de contato a dar preferência ao uso dos óculos, posto que ele atua como barreira de proteção, pois o manuseio das lentes aumenta o risco de contaminação. Caso não seja possível, é necessário lavar corretamente as mãos com água e sabão ao colocar e retirar as lentes, bem como obedecer ao período de descarte", explica.

O Regional de Marabá é uma unidade que presta atendimento 100% gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS), sendo um dos hospitais selecionados pela Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) no atendimento de casos graves da Covid-19 no Pará.

Abaixo medidas que podem ser adotas para evitar a Covid-19:

  • Evite tocar os olhos com as mãos sem estarem higienizadas;
  • Não compartilhe seus óculos de sol ou grau com outras pessoas;
  • Higienize seus óculos no mínimo duas vezes ao dia. Os óculos podem ser lavados com água corrente e sabão neutro;
  • Para quem utiliza lentes de contato, lavar as mãos é fundamental ao manuseá-las;
  • Não compartilhar maquiagens, toalhas, travesseiros e outros objetos de uso pessoal;
  • Higienizar regularmente estojos de lentes de contato e óculos;
  • E tomar cuidado quando for retirar á máscara para não contaminar os olhos.
Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.

Como os olhos podem ser um ponto potencial de contaminação do novo coronavírus (Covid-19), são necessárias algumas medidas de prevenção, além de cuidados redobrados com óculos e lentes de contato.

De acordo com a oftalmologista Emanuela Pimentel, profissional de saúde do Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá (PA), a Covid-19 pode ser transmitida pelas secreções oculares e, também se manifestar como conjuntivite folicular leve, muito parecida com uma infecção por outro vírus, o "Adenovírus".

'Segundo alguns estudos as secreções oculares podem conduzir o vírus e infectar outras pessoas, da mesma forma que se o vírus entrar em contato com os olhos a pessoa pode ser contaminada. Por isso, é importante evitar levar as mãos ao rosto, principalmente quando as mesmas não estiveram higienizadas', afirma Emanuela.

A especialista do Regional do Sudeste do Pará, unidade do Governo do Pará e gerenciada pela Pró-Saúde, ainda explica que se deve tomar várias medidas de precaução em relação ao manuseio dos óculos e lentes de contato, mesmo sendo barreiras físicas de proteção eles precisam ser bem higienizados, de acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

"Nesse momento estou orientando aos usuários de lentes de contato a dar preferência ao uso dos óculos, posto que ele atua como barreira de proteção, pois o manuseio das lentes aumenta o risco de contaminação. Caso não seja possível, é necessário lavar corretamente as mãos com água e sabão ao colocar e retirar as lentes, bem como obedecer ao período de descarte", explica.

O Regional de Marabá é uma unidade que presta atendimento 100% gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS), sendo um dos hospitais selecionados pela Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) no atendimento de casos graves da Covid-19 no Pará.

Abaixo medidas que podem ser adotas para evitar a Covid-19:

  • Evite tocar os olhos com as mãos sem estarem higienizadas;
  • Não compartilhe seus óculos de sol ou grau com outras pessoas;
  • Higienize seus óculos no mínimo duas vezes ao dia. Os óculos podem ser lavados com água corrente e sabão neutro;
  • Para quem utiliza lentes de contato, lavar as mãos é fundamental ao manuseá-las;
  • Não compartilhar maquiagens, toalhas, travesseiros e outros objetos de uso pessoal;
  • Higienizar regularmente estojos de lentes de contato e óculos;
  • E tomar cuidado quando for retirar á máscara para não contaminar os olhos.
Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.

 

 


PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE