Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Mais de 10 mil pessoas são retiradas de casas nos EUA por transbordamento de represas

Governadora de Michigan declarou estado de emergência em três condados e mandou moradores procurarem terrenos mais altos. Estamos em meio a uma pandemia mundial e devemos enfrentar também o que parece ser a pior inundação em 500 anos'', ressaltou Gr

 

Milhares de moradores foram evacuados no estado americano do Michigan nesta quarta-feira (20), quando duas represas transbordaram após fortes chuvas, fazendo com que autoridades alertassem para "inundações históricas".

A governadora Gretchen Whitmer declarou estado de emergência no condado de Midland, em Edenville e Sanford, onde estão localizadas as represas.

"Os moradores da área foram instruídos a evacuar imediatamente", disse Whitmer na noite de terça-feira, em um discurso no centro de atenção de emergências do estado.

Vista aérea da rua principal alagada em Sanford, Michigan, após as águas do rio Tittabawassee romperem represa, na quarta-feira (20) — Foto: Gregory Shamus/Getty Images/AFP

Cerca de 10 mil moradores da cidade e outras 950 pessoas das proximidades deixaram o local, informou o condado de Midland, em sua página no Facebook.

O Serviço Meteorológico Nacional alertou sobre inundações repentinas que ameaçam vidas e pediu aos moradores da região que buscassem terrenos mais altos imediatamente.

Segundo Whitmer, a área central de Midland, uma cidade de aproximadamente 42 mil habitantes, poderia ser rapidamente inundada sob aproximadamente 2,7 metros d'água.

"Estamos antecipando um nível historicamente alto de água", enfatizou a governadora.

Não estava claro se houve mortes pelas inundações iniciais, afirmou o jornal "Detroit Free Press".

Moradora da região observa o que sobrou da ponte na West Curtis Road, que foi arrastada pelas cheias em Edenville, Michigan, na quarta-feira (20) — Foto: Matthew Hatcher/Getty Images/AFP

O desastre das inundações e a consequente evacuação são agravados pela pandemia de coronavírus, que obrigou os habitantes de Michigan, como todos os americanos, a manter o distanciamento social para evitar a propagação da doença.

"É difícil acreditar que estamos em meio a uma crise que chega a cada 100 anos, uma pandemia mundial, e que devemos enfrentar também o que parece ser a pior inundação em 500 anos", ressaltou Whitmer.

Whitmer pediu aos evacuados em abrigos que usem máscaras faciais e mantenham o distanciamento social sempre que possível.

Vários rios no Michigan, estado do norte rodeado pelos Grandes Lagos, alcançaram um nível de potencial inundação na terça-feira após as intensas chuvas dos últimos dias, informou a Free Press.

O presidente Donald Trump planeja viajar na quinta-feira para o Michigan, um importante estado eleitoral, para visitar uma fábrica de automóveis que foi reutilizada para fabricar respiradores. A fábrica se encontra no sul do estado, próxima a Detroit.

 

 


PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE