Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Caso Madeleine McCann: novo suspeito também era investigado por sumiço de menina alemã

A imprensa alemã diz que o homem conhecido como Christian B pode estar por trás de um crime de 2015.

 
 -   /
/ /

O novo suspeito no caso do desaparecimento da menina britânica Madeleine McCann há 13 anos também está sendo investigado pelo sumiço de outra criança, segundo noticiou nesta sexta-feira a imprensa alemã.

O suspeito de 43 anos, identificado pela imprensa como Christian B, já está cumprindo pena de prisão por outro crime. Acredita-se que ele estava na mesma região de Madeleine, em Portugal, na noite em que a menina desapareceu, em 2007.

Segundo a imprensa alemã, Christian B também está sendo investigado pelo desaparecimento de uma menina alemã de cinco anos, conhecida apenas como Inga. Ela sumiu durante uma festa de família no dia 2 de maio de 2015 no Estado da Saxônia-Anhalt e nunca mais foi vista.

A polícia não confirmou nem comentou essa investigação. De acordo com a imprensa, terrenos pertencentes a Christian B próximos ao local onde Inga desapareceu foram vasculhados em fevereiro de 2016.

Na quinta-feira promotores alemães disseram que o suspeito dos dois casos é um predador sexual que já foi condenado por outros crimes contra meninas e que ele está cumprindo uma "longa pena de prisão".

Polícia alemã divulga nome do principal suspeito do desaparecimento de Madeleine McCann

Polícia alemã divulga nome do principal suspeito do desaparecimento de Madeleine McCann

O promotor público da cidade de Braunschweig, Hans Christian Wolters, que conduz as investigações na Alemanha disse que Christian B viajava com frequência à região do Algarve entre 1995 e 2007. Além de trabalhar, ele também roubava e traficava drogas.

A polícia britânica disse já ter recebido mais de 270 telefonemas e e-mails desde quarta-feira, quando autoridades divulgaram novidades sobre o caso e solicitaram ajuda do público com informações sobre o suspeito.

Longa investigação

Madeleine McCann — Foto: Jornal Nacional

Promotores alemães dizem acreditar que Madeleine está morta. O porta-voz da família McCann, Clarence Mitchell, disse que os pais da menina, Kate e Gerry, estão tentando "manter uma vida normal na medida do possível" e aguardando novidades da polícia.

"Duzentas e setenta ligações e e-mails não é um mau resultado, considerando que esse caso aconteceu há 13 anos", disse o porta-voz.

A polícia também divulgou fotos de uma casa e de dois veículos usados pelo suspeito em Portugal.

Madeleine desapareceu pouco depois do seu aniversário de quatro anos no apartamento na Praia da Luz, na noite de 3 de maio de 2007, quando seus pais estavam com amigos em um bar próximo.

  • 13 ANOS DE MISTÉRIO: 5 marcos do caso Madeleine McCann

O desaparecimento provocou uma enorme caçada da polícia em diversas partes da Europa. O custo da investigação também é enorme. Desde 2011, foram gastos mais de 11 milhões de libras (cerca de R$ 70 milhões).

O caso está sendo investigado por autoridades do Reino Unido, Portugal e Alemanha.

Caso Madeleine tem novo suspeito após 13 anos: relembre o desaparecimento

Caso Madeleine tem novo suspeito após 13 anos: relembre o desaparecimento

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE