Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Pesquisadora da UFPA ganha prêmio nacional com trabalho sobre atuação de vereadoras de Belém e Manaus

É a primeira vez que um programa da Amazônia está entre os agraciados.

 
 -   /
/ /

Uma pesquisa desenvolvida na Universidade Federal do Pará (UFPA) foi um dos destaques do prêmio nacional Eduardo Peñuela de Teses e Dissertações 2020, concedido pela Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Comunicação (Compós). A dissertação “Representação política, gênero e relações de poder: análise de aspectos discursivos da atuação das vereadoras de Belém e Manaus no Facebook”, desenvolvida pela estudante Nathália Kahwage, sob a orientação da professora Danila Cal, recebeu menção honrosa.

O Prêmio Eduardo Peñuela foi criado com o intuito de reconhecer o mérito científico das pesquisas acadêmicas e as abordagens inovadoras no campo comunicacional e é concedido pela associação de pesquisa mais importante no campo da Comunicação no país. É a primeira vez que um programa da Amazônia está entre os agraciados.

O reconhecimento foi muito comemorado pela comunidade acadêmica. Nathália Kawage é aluna de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Cultura e Amazônia (PPGCOM), é integrante do Grupo de Pesquisa Comunicação, Política e Amazônia (Compoa) e é repórter da TV Liberal, afiliada da Rede Globo.

Na pesquisa, Nathália analisa a atuação política-discursiva no Facebook de vereadoras de Belém (PA) e de Manaus (AM), representantes da política formal marcada pela marginalização feminina. A dissertação analisou de modo comparativo a produção discursiva audiovisual de vereadoras de Belém e de Manaus, no Facebook, por meio do estudo dos perfis e das fanpages delas.

Para Nathália, o reconhecimento é resultado de um esforço coletivo. "É, sem dúvidas, uma vitória simbólica em diversos sentidos: como mulher e amazônida, como mãe e também como jornalista que se divide entre a academia e o mercado de trabalho. Esse prêmio representa o reconhecimento da potência que possuem as pesquisas em Comunicação, na Região Norte do Brasil. Que se abram ainda mais portas para a pesquisa científica amazônica”, afirma a pesquisadora.

“É uma pesquisa atual e relevante também porque estuda a representação política de mulheres nos legislativos municipais e identifica as transformações sociais e tecnológicas contemporâneas e sua relação de afinidade, além da valorização de espaços não-formais de atuação política, como as mídias digitais”, destaca a orientadora da pesquisa, professora Danila Cal.

As teses e dissertações premiadas estão disponíveis no site da Compós. Informações sobre o Grupo de Pesquisa Compoa estão na página do grupo nas redes sociais.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE