Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Suspeito de assaltos a bancos no MA e avião de transporte de valores no PA é preso no Piauí

Tauvick Marcelo Lemos Conceição estava escondido na casa de familiares no Louviral Parente, Zona Sul de Teresina. Ele seria membro da Quadrilha do Pânico e do Bando de Tucurui.

 
 -   /
/ /

A Polícia Federal divulgou nesta sexta-feira (26) a prisão de um foragido da Justiça do Acre. Tauvick Marcelo Lemos Conceição estava escondido na casa de familiares no Louviral Parente, Zona Sul de Teresina. Ele foi preso na quarta-feira (24).

Conforme a PF, o acusado tinha um mandado de prisão exarado pelo Poder Judiciário do Estado do Acre, da Vara de Execuções Penais da Comarca de Rio Branco, tendo em vista que o preso se evadido sem cumprir pena naquele estado.

De acordo com as investigações, Tauvick participou de diversos assaltos a bancos no interior do estado do Maranhão e do Pará, na modalidade de roubo conhecida como “novo cangaço” e assaltos a veículos de transporte de valores. Ele também teria participação na 'Quadrilha do Pânico', que tem como líder o seu irmão Taurino Lemos da Conceição.

Assalto a carro forte dentro de aeroporto de Tucuruí, no Pará. — Foto: Resprodução / TV Liberal

Segundo a polícia do Pará, a quadrilha seria responsável pelo assalto ao avião da empresa Prossegur ocorrido em Tucuruí em dezembro de 2018 e no ataque ao carro forte da mesma empresa seguradora ocorrido em 2019, quando o veículo trafegava na rodovia BR-304 entre Augusto Corrêa e Viseu, no nordeste do Pará.

Tauvick ficou conhecido como integrante do Bando de Tucurui, quando em 2003 assaltou o Banco do Brasil da cidade de Tucuruí-PA. Na ocasião, um policial militar foi morto pelos criminosos durante o assalto.

"Foi noticiado que ele comandou rebeliões juntamente com seu irmão Taurino Lemos da Conceição, ex-policial militar, no ano de 2006, quando se encontrava preso no estado do Pará. Na ocasião da prisão, foi encontrado com o preso uma pistola calibre .40, com numeração raspada", informou a PF.

Além da prisão no estado do Acre, ele já cumpriu pena nos estados do Paraná, Ceará e Pará.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE