Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Visita da imagem de Santa Rita de Cássia no Hospital Regional do Baixo Amazonas é marcada por distribuição de rosas

 
 -   /
/ /

O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), gerenciado pela Pró-Saúde em Santarém, recebeu, na manhã desta quarta-feira (22), a vista da imagem de Santa Rita de Cássia. A ação foi realizada pela Pastoral da Saúde da unidade, em parceria com a Arquidiocese de Santarém.

 

O momento de renovação de fé e esperança, foi marcado pela distribuição de rosas aos pacientes que fazem tratamento contra o câncer no HRBA. Para os fiéis católicos devotos da santa, receber rosas representa a presença de Deus e novas bênçãos na vida.

 

A visita teve início com uma benção do Arcebispo Metropolitano de Santarém, Dom Irineu Roman, na recepção principal do hospital, que pertencente ao Governo do Pará, e seguiu para a recepção de oncologia.

 

“Fé e esperança são duas palavras chaves para este momento, principalmente, para quem está enfrentando doença graves. Viemos fortalecer o sentimento de que a fé e a esperança superam qualquer mal, afinal, Santa Rita de Cássia intercede pelas causas da saúde, da cura do espírito”, afirma Dom Irineu.

 

O Hospital Regional do Baixo Amazonas é uma unidade de saúde pública referência em Oncologia, Neurocirurgia, Ortopedia, Traumatologia e Terapia Renal Substitutiva, para uma população estimada em mais de 1,3 milhão de pessoas, residentes em 30 municípios do oeste do Pará, Baixo Amazonas e Xingu.

 

A paciente Lucilene Soares Marinho, de 54 anos, foi uma das primeiras a receber a rosa das mãos do diretor Hospitalar, Hebert Moreschi. Ela é natural de Oriximiná e está tratando câncer de colo do útero. “Fiquei muito emocionada e não contive as lágrimas. Acredito que foi um sinal de Deus que tudo isso vai passar logo e vou vencer, afinal, nada é por acaso”, disse emocionada.

 

A funcionária pública Terezinha Pereira, que está concluindo o tratamento de câncer de mama no hospital, também foi uma das agraciadas com a entrega da rosa. “Sexta-feira será o meu último dia de radioterapia. Não estava previsto de eu estar aqui hoje, mas Deus fez com que eu tivesse uma consulta. Era a última rosa, e eu recebi. Sei que Nossa Senhora veio me restabelecer, trazer tudo o que preciso”, conta feliz com o presente.

 

Para o diretor Hospitalar, Hebert Moreschi, esta é mais uma iniciativa da Pastoral da Saúde com intuito de fortalecer pacientes e colaboradores. “Este momento de benção, de fé, de trazer palavras de conforto, fortalece nossos profissionais de saúde que estão no enfrentamento à pandemia, e renova as esperanças dos nossos pacientes que estão na luta pela vida. A presença da santa nos permite oferecer um ambiente mais humano com uma assistência à saúde da população com mais qualidade”, conclui.

 

Reconhecido como um dos dez melhores hospitais públicos do Brasil e com a mais alta certificação nacional, o ONA 3 (Organização Nacional de Acreditação (ONA), que assegura o padrão de segurança e qualidade no atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), presta serviço 100% referenciado, atendendo a demanda originária da Central de Regulação do Estado. De maio de 2008 a junho de 2020, o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém, atingiu a marca de 8,7 milhões de atendimentos. Nos 6 primeiros meses deste ano, a avaliação dos usuários nos serviços prestados alcançou 99% de aprovação.

 

Sobre a Pró-Saúde

 

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

 

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE