Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Capes aprova novo mestrado acadêmico da Ufopa com previsão de oferta de 15 vagas

O curso objetiva formar profissionais capacitados para desenvolver pesquisas com crítica-reflexiva acerca de fenômenos das áreas de estudo da linguagem e da literatura.

 
 -   /
/ /

O Mestrado Acadêmico em Letras da Universidade Federal do Oeste do Pará, aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), prevê a oferta de 15 vagas no curso, coordenado pela professora Ediene Pena e pelo professor Elder Tanaka. A coordenação ainda não tem data para o processo seletivo, pois aguarda autorização do Ministério da Educação.

A proposta do novo mestrado foi apresentada à Capes em agosto de 2019, sendo aprovada um ano depois. O curso apresenta uma área de concentração: Estudos de línguas e literaturas na Amazônia, e duas linhas de pesquisa:

  • Línguas, culturas e identidades na Amazônia;
  • Poéticas da linguagem e culturas na Amazônia.

De acordo com a professora Ediene Pena, a área de concentração escolhida leva em consideração o perfil do corpo docente, a política institucional de pesquisa e pós-graduação da instituição, a localização geográfica estratégica da Ufopa, as carências tanto de formação contínua dos profissionais da área quanto de pesquisas que não só descrevam e analisem a realidade amazônica, mas que também tragam a oportunidade de um olhar local sobre questões amplas ligadas à língua e literatura em língua portuguesa e adicional.

Objetivos

Além de ofertar vagas em nível de pós-graduação a potenciais integrantes que vivem na região oeste do Pará, em outras regiões do país e em outros países, o curso tem como objetivos:

  • Constituir alternativa de formação em nível de pós-graduação stricto sensu na região Oeste do Pará;
  • Formar profissionais capacitados para desenvolver pesquisas em nível de pós-graduação por uma perspectiva crítico-reflexiva acerca de fenômenos das áreas de estudo da linguagem e da literatura;
  • Habilitar docentes para o exercício do magistério superior na área de Letras, em cumprimento ao que determina o artigo 66 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

Professora Ediene informou que, na proposta de mestrado acadêmico de Letras da Ufopa, foram destacadas as características sociolinguísticas do Oeste do Pará, ainda pouco exploradas pela ausência de programas de pós-graduação stricto sensu na região. "Com a presença de caboclos ribeirinhos, quilombolas e indígenas, a região do baixo amazonas é uma miscelânea de vozes, saberes e culturas, silenciadas pela tradição escolar hegemônica", destacou.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE