Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Grupo santareno El Puxirum participa do Festival '''Independência ou Norte'''

A primeira edição do programa reúne artistas de vários estados da região amazônica no dia da Amazônia.

 
 -   /
/ /

O norte é uma região que contribui diretamente para o desenvolvimento do país, além de ser o coração da Amazônia Brasileira. É sob essa perspectiva que vai ao ar, neste sábado (5), a primeira edição do programa Independência ou Norte, proposta criada pela ‘Pedra de Fogo Produções”, que busca desmistificar inúmeros estereótipos direcionados aos amazônidas.

Escolhido para ser exibido no Dia da Amazônia, o programa será transmitido ao vivo pelo canal Amazon Sat (44) e também pelo Youtube da emissora e, trará a Amazônia urbana, juvenil e popular, fugindo da imagem tradicional da mata e animais, é o que afirma uma das idealizadoras do projeto, Deusa Ísis.

“Esta é a primeira edição do Independência ou Norte, programa cultural que vai exaltar a visibilidade, cultura, a arte nortista e amazônica e, desde já, pensamos em fugir daquela visão tradicional mostrando a amazônia pela ótica da arte e dos artistas amazônidas e visibilizando a vivência desses artistas gigantes que temos não somente em Manaus, mas em todos os estados da região norte”, disse.

O grupo El Puxurim compõe a programação e traz para a TV, computadores e smartphones, a musicalidade de forma visceral, com um repertório eclético, transitando com segurança entre as principais vertentes da música latina e regional, com músicas autorais e empenho ao interpretar os arranjos de bandas e artistas como: Fruto Sensual, Wanderley Andrade, Edilson Moreno, Aldo Sena, Fellipe Cordeiro, Manoel Cordeiro, Félix Robato, Maria Lídia, Verequete, Arraial do Pavulagem, Dona Onete, Mestre Vieira e Silvan Galvão.

“O El Puxirum é um grupo que mistura estilos musicais brasileiros regionais e latinos, com intuito de divulgar e inovar o cenário músico-cultural estar presente no programa é uma grande expectativa, visto que todos os artistas são talentosos, criativos e únicos no modo de expor sua arte”, afirmou Vinicius Villare, produtor local do evento em Santarém.

Para Cesar Crioulo, percussionista e intérprete da banda, participar do Festival é importante pois os artistas do Norte estão conectados de várias formas, desde a criatividade vinda de fontes e influências amazônicas até as mesmas dificuldades enfrentadas.

"Tá sendo muito importante participar, principalmente nesse período, a gente acredita que essa é uma primeira oportunidade, para muitas da gente poder tá fazendo esse link com outros estados da região norte", disse Cesar Crioulo.

O grupo que já se apresentou na capital Belém e é sempre muito bem recebido pelo público nas noites de Santarém e Alter do chão, recentemente passou por uma reformulação, recebendo novos artistas para compor e integrar a nova formação, um desses artistas é o guitarrista Andrew Salgado. "Eu fiquei feliz pela repercussão do projeto. Nosso som representa muito a musicalidade nortista. Essa conexão com outras cidades tem muitas coisas boas pra oferecer pra gente", contou Andrew.

Victor Fonseca, baterista da banda vê o festival como uma oportunidade de mostrar o trabalho e, um reconhecimento para eles quanto artistas do oeste do Pará, que cada vez mais vem conquistando espaço não só no oeste.

O El Puxirum já está nas fases finais de preparação para seu primeiro álbum de estúdio que até o final do ano, ja vai estar disponível nas plataformas digitais. Para acompanhar siga: @elpuxirum

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE