Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Jason Momoa apoia Ray Fisher em relação a abusos durante gravações de '''Liga da Justiça'''

Ator que interpretou Ciborgue acusou diretor Joss Whedon e produtores. Estúdio afirma que ele não colabora com investigador contratado.

 
 -   /
/ /

Jason Momoa publicou um texto nesta segunda-feira (14) no qual apoia o colega Ray Fisher, com quem trabalhou em "Liga da Justiça" (2017), em relação às denúncias feitas pelo ator sobre o ambiente abusivo nas gravações do filme.

"Essa merda tem de parar e precisa ser investigada", escreveu Momoa em seu perfil no Instagram. "Ray Fisher e todos os que viveram o que aconteceu sob o olhar da Warner Pictures precisam de uma investigação legítima."

THIS SHIT HAS TO STOP AND NEEDS TO BE LOOKED AT @ray8fisher AND EVERYONE ELSE WHO EXPERIENCED WHAT HAPPEN UNDER THE WATCH OF @wbpictures NEEDS PROPER INVESTIGATION I just think it’s fucked up that people released a fake Frosty announcement without my permission to try to distract from Ray Fisher speaking up about the shitty way we were treated on Justice League reshoots. Serious stuff went down. It needs to be investigated and people need to be held accountable. #IStandWithRayFisher. aloha j

Fisher, intérprete do Ciborgue no filme, disse em julho que o comportamento do diretor Joss Whedon durante as gravações "foi grosseiro, abusivo, não profissional e completamente inaceitável", e que os produtores Geoff Johns e Jon Berg permitiram as ações do cineasta.

No começo de setembro, a Warner disse que tinha aberto uma investigação, mas que o ator se recusava a colaborar. O ator se defendeu e disse que o estúdio tentava desacreditá-lo.

Nesta segunda, Momoa afirmou também que anunciaram sua participação em outro filme da Warner, "Frosty the Snowman", para desviar a atenção do caso.

"Acho que é uma bosta que as pessoas tenham feito um anúncio falso do 'Frosty' sem a minha permissão para tentar distrair da denúncia de Ray Fisher sobre o jeito merda que nós éramos tratados nas refilmagens de 'Liga da Justiça'", escreveu o intérprete do Aquaman.

"Coisas sérias aconteceram. Elas precisam ser investigadas e pessoas precisam ser responsabilizadas."

Whedon assumiu o comando da produção quando parte já tinha sido gravada pelo diretor Zack Snyder, que teve de deixar o projeto após a morte de sua filha.

Com isso, o cineasta conhecido pelos primeiros filmes dos "Vingadores" liderou o final da produção e o processo de refilmagem de cenas.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE