Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

3ª etapa do vazio sanitário da soja inicia em 15 municípios do oeste do Pará para proteção de lavouras

Período segue até 15 de novembro. Objetivo é proteger a safra de soja da doença conhecida como ferrugem asiática, capaz de inviabilizar até 75% na produção.

 
 -   /
/ /

Iniciou nesta terça-feira (15) em 15 municípios do oeste do Pará o período conhecido como "Vazio Sanitário da soja". O período desta terceira etapa segue até 15 de novembro como principal estratégia adotada pela Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) para proteção da lavoura. O objetivo é proteger a safra de soja da doença conhecida como ferrugem asiática, capaz de inviabilizar até 75% na produção.

Os municípios com vazio são: Alenquer, Belterra, Mojuí dos Campos, Monte Alegre, Prainha, Santarém, Placas, Rurópolis, Curuá, Faro, Juruti, Óbidos, Oriximiná, Terra Santa e Almeirim.

No Pará, o vazio sanitário ocorre em três períodos distintos entre os meses de julho a novembro, em virtude das diferenças climáticas existentes entre as regiões produtoras.

As datas e os municípios que devem seguir a determinação foram divulgados na Portaria da Adepará Número 1.745 de 13 de julho de 2020. A primeira etapa teve início no dia 15 de julho e a segunda, no dia 1° de setembro.

“Todos os períodos de vazio sanitário instituídos no Estado foram discutidos com os sojicultores para que, juntamente com a Adepará, possam contribuir no combate dessa praga tão prejudicial à cultura”, detalhou Maria Alice Thomaz, responsável técnica do Programa Estadual da Soja.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE