Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Indígenas Munduruku e garimpeiros protestam na BR-230 e pedem a legalização de garimpos

Por conta do bloqueio, um engarrafamento de mais de 5km foi formado nos dois sentidos da pista.

 
 -   /
/ /

Mais de 150 indígenas da etnia Munduruku e garimpeiros interditam nesta sexta-feira (2) a BR-230, no distrito de Campos Verde, em Itaituba, sudeste do Pará. O protesto, que começou às 8h, não tem previsão de término.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a BR-230 foi interditada em dois pontos, no KM-1105 sentido Itaituba e no KM-1110, sentido Santarém. Por conta do bloqueio, um engarrafamento de mais de 5km foi formado nos dois sentidos da pista.

Segundo a Polícia Militar, a principal reivindicação dos manifestantes é o encerramento das operações de fiscalização de órgãos do Governo Federal no combate às atividades de garimpos ilegais e desmatamentos em áreas indígenas.

Ainda de acordo com a PM, os manifestantes estariam pleiteando a legalização dessas atividades, conforme o projeto de lei Nº191/2020, que autoriza e estabelece critérios para a exploração mineral em reservas indígenas, do qual está tramitação e vai para votação no Congresso Nacional.

A PRF informou que não há registro de confrontos na área interditada. Segundo os manifestantes, os indígenas também se beneficiam da extração de minérios na região e se sentem prejudicados pelas operações de fiscalização.

A PRF disse ainda que os indígenas chegaram a bloquear a BR-163, KM-643, sentido Trairão, às 8h, mas liberaram a pista em uma hora.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE