Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Eleições 2020: conheça as propostas dos candidatos a prefeito para a saúde pública de Belém

Confira os principais pontos das propostas para a saúde pública municipal apresentadas pelos candidatos a prefeito de Belém nas eleições de 2020.

 
 -   /
/ /

O G1 resume os principais pontos das propostas para a saúde pública municipal apresentadas pelos candidatos a prefeito de Belém nas eleições de 2020. Veja abaixo (os nomes estão em ordem alfabética):

  • Conheça os planos dos candidatos a prefeito das capitais brasileiras

Cássio Andrade, candidato à Prefeitura de Belém pelo PSB. — Foto: Cristino Martins / O Liberal

Cássio Andrade (PSB)

O candidato Cássio Andrade cita em seu plano de governo a ampliação do acesso a cirurgias de média complexidade, reduzindo a demanda reprimida e as morbidades cirúrgicas, criar o Programa Belenense de Voluntariado.

O candidato fala ainda em ampliar a Casa do Idoso e implantar unidades do programa nos distritos, criar o Centro de Referência da Saúde do Homem e dar forma efetiva ao Programa de Saúde do Homem.

Cleber Rabelo é candidato a Prefeitura de Belém pelo PSTU. — Foto: Cristino Martins/O Liberal

Cleber Rabelo (PSTU)

O candidato Cleber Rabelo destaca o déficit de unidades de saúde básica na capital. Ele destaca que Belém possui uma população de 1 milhão e 500 mil habitantes. Para atender esta demanda, seriam necessários 125 Unidades Municipais de Saúde, mas a cidade possui apenas 32.

Rabelo defende a estatização dos hospitais, serviços e equipamentos da rede privada. O candidato fala ainda na retirada das Organizações Sociais do gerenciamento e administração das verbas públicas da saúde, com absorção de todos os funcionários dessas organizações pelo Município.

Delegado Federal Eguchi é o candidato do Patriota para a Prefeitura de Belém. — Foto: Elivaldo Pamplona/O Liberal

Delegado Federal Eguchi (Patriota)

O candidato delegado Eguchi pretende ampliar políticas de saúde bucal, atenção psicossocial, combate a doenças virais, DST/AIDS, além de construir e reformar unidades da rede básica, e investir no Saúde da Família, mutirões de vacinações e programas de remédios em casa.

Eguchi fala ainda em investir em melhores condições para os profissionais da saúde; e na implantação, por meio de aplicativo, da Central de Atendimento à população; e programar Ações Cívico Sociais (ACISO), em parceria com as Forças Armadas, com o objetivo de orientar a população ribeirinha sobre medidas profiláticas, sanitárias e fitossanitárias.

Dr. Jeronimo é candidato do PMB para a Prefeirura de Belém. — Foto: Thiago Gomes/O Liberal

Dr. Jerônimo (PMB)

O candidato Dr. Jerônimo planeja credenciar clínicas populares como estratégia para aliviar a demanda dos postos de saúde;

criar centros de diagnósticos por distritos, e tornar todas as unidades em atendimento 24h. Nas ilhas sem conexão terrestre com Belém, ele quer criar a estação hidroviária de saúde para os primeiros atendimentos e como núcleo de saúde preventiva. Ele cita ainda a criação de unidades de acolhimento a moradores de rua, de centros de consultas especializadas nos bairros de atendimento exclusivo para mulheres, idosos, PCD-incluso autismo e as diversas síndromes.

Edmilson Rodrigues (PSOL) é candidato a Prefeitura de Belém — Foto: Thiago Gomes/O Liberal

Edmilson Rodrigues (PSOL)

O candidato Edmilson Rodrigues afirma que as equipes de Saúde da Família e Saúde Bucal serão um pilar da Atenção Básica, bem como a ampliação do atendimento nas unidades de saúde, com previsão até de um terceiro turno nessas unidades.

Ele prevê a ampliação do atendimento à população ribeirinha, dos Programas Saúde na Escola (PSE) e Saúde Mental. Na Urgência e Emergência pretende-se estruturar a ação nos Distritos Administrativos e Unidades Básicas para atendimento clínico e cirúrgico. A Assistência Farmacêutica incorporará nas ações que possui a Farmácia Viva com medicinas alternativas, incorporando medicamentos fitoterápicos validados e testados no SUS.

Guilherme Lessa, candidato à Prefeitura de Belém pelo PTC. — Foto: Reprodução / TV Liberal

Guilherme Lessa (PTC)

O candidato Gulherme Lessa propõe em seu plano de governo a construção de dois hospitais de urgência e emergência, um hospital oncológico e geriátrico e de um hospital municipal infantil. Guilherme pretende intensificar a saúde familiar, reestruturar postos de saúde dos bairro e estabelecer visitas de equipes médicas em escolas, por meio do projeto 'Patrulha Clínica Geral'.

Gustavo Sefer, candidato à prefeitura de Belém pelo PSD — Foto: Ascom CMB

Gustavo Sefer (PSD)

Em relação à saúde, o candidato propõe a revitalização de postos de saúde, reestruturação de equipes e organização do atendimento. Gustavo pretende zerar filas de exames, procedimentos e cirurgias por meio de convênios com a rede privada.

O candidato propõe ainda que as Unidades Básicas do Município sejam geridas por Organizações Sociais sem fins lucrativos (OS), com o objetivo de reduzir gastos públicos e melhorar atendimentos.

Jair Lopes é candidato do PCO à Prefeitura de Belém — Foto: Reprodução/TSE

Jair Lopes (PCO)

O candidato Jairo Lopes propõe o atendimento de casos de "aborto legal" pela rede pública de saúde e a estatização do sistema de saúde, com atendimento gratuito a toda a população. Ainda, Jairo pretende contratar em larga escala profissionais de saúde e abrir milhares de leitos em hospitais públicos.

Mario Couto é candidato pelo PRTB à Prefeitura de Belém — Foto: Moreira Moriz/Ag. Senado

Mario Couto (PRTB)

O candidato Mário Couto propõe fortalecer e ampliar as equipes de saúde da família, bem como dos centros de saúde. Mário pretende construir em quatro anos quatro hospitais, localizados na Pedreira, Jurunas, Entroncamento e em Outeiro.

O candidato cita ainda a criação do programa 'Médico Em Sua Casa', desenvolvimento de ambulatórios móveis movidos a energia solar e de um laboratório de saúde pública.

Priante é candidato do DEM à Prefeitura de Belém — Foto: Marcelo Camargo/ABr

José Priante (MDB)

O candidato José Priante pretende ampliar a rede de atendimento municipal com a construção de unidades básicas de saúde e requalificação do PSM, além de instituir atendimento de urgência 24h em todos os distritos administrativos da cidade.

Priante propõe reduzir as filas de atendimentos, aumentar o número de profissionais da saúde e ampliar a assistência em saúde para populações ribeirinhas. Ainda, o candidato pretende expandir a rede de tratamento a dependentes químicos e a rede de atenção psicossocial.

Thiago Araújo, candidato do Cidadania à Prefeitura de Belém. — Foto: Balthazar Costa

Thiago Araújo (Cidadania)

O candidato Thiago Araújo propõe a expansão da cobertura da atenção básica e da estratégia saúde da família, a ampliação do centro de especialidades médico-odontológica e a implementação de uma unidade de saúde fluvial.

Ainda, o candidato pretende implementar serviços de telemedicina e implantar conselhos distritais de saúde e conselhos gestores em hospitais municipais.

Vavá Martins é candidato à Prefeitura de Belém pelo Republicanos — Foto: Pablo Valadares/Ag. Camara

Vavá Martins (Republicanos)

Em relação à saúde, o candidato Vavá Martins propõe fortalecer e estruturar as UPAs de Belém, ampliar atendimentos e serviços, investir na medicina preventiva e viabilizar a telemedicina.

O candidato cita ainda em seu plano a proposta de fortalecimento do quadro funcional de medicamentos e insumos e a criação de um aplicativo interativo para serviços de marcação de consulta e exames.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE