Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Agropecuária, construção e comércio são setores que mais empregaram trabalhadores em agosto no oeste do Pará

Dos 16 municípios da região, cinco ainda fecharam o mês com saldo negativo no emprego formal.

 
 -   /
/ /

O cenário econômico no oeste do estado tem apresentado reaquecimento desde julho. Em relação ao emprego formal (carteira assinada), os 16 municípios que integram a região contrataram no mês de agosto quase 1.900 pessoas, sendo a maioria absorvida pelos setores agropecuária, construção e comércio.

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que apontam que Oriximiná contratou 392 pessoas, sendo 309 apenas para construção, enquanto Juruti admitiu 253 e desse total foram 126 absorvidos pela agropecuária. No comércio, Santarém absorveu 362 das 911 pessoas contratadas no mês de agosto.

Emprego formal no oeste do Pará - Agosto (Dados Gerais)

Fonte: Ministério da Economia/Caged deslize para ver o conteúdo

Apesar dos dados positivos, em meio aos municípios há quem fechou no vermelho: Aveiro, Curuá, Mojuí dos Campos, Óbidos e Prainha, que soma um déficit de 32 vagas de emprego. No mês de julho, o Caged apontou também cinco municípios com saldo negativo, mas o número de postos de trabalho era de 102 vagas.

Ainda conforme o Caged, não há informações no sistema sobre o município de Faro.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE