Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Seis serrarias clandestinas são destruídas na 4ª fase da operação Amazônia Viva

Uma pessoa foi presa e 10 conduzidas à Delegacia para procedimento criminal nas ações comandadas pela Frente Uruará/Santarém.

 
 -   /
/ /

Encerrou nesta segunda-feira (5), a 4ª fase da Operação Amazônia Viva, que no oeste do Pará teve o comando da Frente Uruará/Santarém. Ao longo da operação que iniciou no dia 23 de setembro, a equipe de Santarém encontrou seis serrarias clandestinas que foram desmanteladas.

De acordo com o delegado titular da delegacia Especializada de Conflitos Agrários (Deca), Fábio Amaral, equipamentos e madeiras foram destruídos, assim como acampamentos ilegais, que eram usados por trabalhadores que atuam no corte de madeira de lei sem autorização de órgãos ambientais.

Saldo das ações da Frente Uruará/Santarém:

  • 6 Serrarias clandestinas desmanteladas;
  • 3 acampamentos ilegais destruídos;
  • 5 Induspam’s inutilizadas;
  • 46,5956m³ madeira serrada de diversas espécies;
  • 37,7501m³ de madeira em tora da espécie castanheira;
  • 2,3773m³ de madeira em tora de espécie diversa;
  • 6 motosserras apreendidas;
  • 1 Arma de fogo calibre 20 apreendida;
  • 10 pessoas conduzidas para a Delegacia para procedimento criminal;
  • 1 pessoa presa em flagrante.

Foram lavrados dois termos circunstanciados de ocorrências e dois autos de infração, e abertos dois inquéritos para apurar responsabilidades de suspeitos de desmatamentos e queimadas na área fiscalizada.

Participaram da operação equipes da Deca, 1ª Companhia Independente de Policiamento Ambiental (1ª CipAmb), Centro de Perícia Renato Chaves, Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas).

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE