Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Harmonização facial: o procedimento estético que definiu mais um padrão na sociedade

 


Já não bastasse a pressão causada pelo padrão estético social, novos procedimentos surgem a cada dia. A influência da mídia no cotidiano impõe um estereótipo de rosto perfeito, sem marcas ou manchas na pele. Baseando-se neste fato, um estudo da Universidade de Cambridge apontou que mais de 75% da população que tem acesso a internet no mundo é esteticamente influenciada. Tendência entre celebridades, as harmonizações faciais são preenchimentos que promovem alinhamentos e correções de ângulos da face para trazer “harmonia” ao rosto, procedimentos que viraram febre nos últimos anos.


“As pessoas procuram por fórmulas milagrosas, mas o que a harmonização facial propõe é devolver ao rosto as estruturas deslocadas com a perda óssea e de tecido adiposo com o uso de preenchedores, bioestimuladores de colágeno e toxina botulínica”, explica a biomédica Vanessa Guimarães. A carioca, que vem se especializando na área das harmonizações, ainda aponta que o procedimento ameniza rugas e marcas de expressão, podendo ser realizado por médicos, biomédicos e dentistas com autorização. 


Recentemente o caso do sertanejo Lucas Lucco chocou a internet. “Você se olha e não enxerga seus traços”, disse o cantor insatisfeito com o resultado do procedimento estético. “Como tudo que é promissor, a área da harmonização ganha cada vez mais adeptos e é muito importante buscar por um profissional habilitado”, conta Vanessa Guimarães, indicando que o mercado pode ser traiçoeiro com pacientes atendidos por profissionais não-verificados. Ainda assim, é importante ressaltar que o profissional responsável pelo caso de Lucas Lucco é habilitado e conhecido na área, o que nada tem a ver com a insatisfação do artista.


“Na saúde me realizo desenvolvendo o bem estar e, na literatura, conto histórias de crimes e investigações sobre personagens complexos”. Além de biomédica, Vanessa ocupa seu tempo livre escrevendo histórias de suspense. Seu primeiro livro, “Beijo de Borboleta”, será lançado na 1ª FLISP (Festa Literária de São Paulo) em novembro e, atualmente, o título concorre como Melhor Suspense no Coerência Choice Awards 2020.


“Proporcionar ao paciente um rosto harmonioso, devolver sua confiança e autoestima, sem submetê-lo a tratamentos mais invasivos, é um diferencial a se considerar principalmente no que se diz respeito a recuperação”, finaliza. Apesar de insignificante, pequenas agulhas podem preencher um indivíduo com altas doses de auto-estima, bem como se submeter às influências da internet e aos padrões impostos pode resultar em crises envolvendo saúde mental.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE