Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

CNS se une a estados para cobrar manutenção do piso emergencial para combate à pandemia

A iniciativa de unir todas as unidades da federação visa o fortalecimento da Rede Conselhos, que também contempla conselhos municipais

 

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) se reuniu com as 27 representações dos Conselhos Estaduais de Saúde (CES) e do Distrito Federal para pressionar o parlamento para a manutenção do piso emergencial de R$ 35 bilhões direcionados ao Sistema Único de Saúde (SUS) para o combate a pandemia da Covid-19 em 2021.
 
Em abril e maio deste ano, o CNS realizou cinco reuniões regionais para orientar acerca das ações do controle social diante da pandemia. A iniciativa de unir todas as unidades da federação visa o fortalecimento da Rede Conselhos, que também contempla conselhos municipais.

Quase um terço dos estados ainda não publica informações sobre contágio da Covid-19 em unidades prisionais, aponta estudo

Portaria atualiza repasses do Piso Fixo de Vigilância em Saúde
 
O encontro virtual também foi estratégico para a promoção da Carta da Saúde Pública à População e aos Candidatos e Candidatas às Eleições Municipais no Brasil. A ideia é estimular que as bases só dediquem seu voto aos candidatos que tiverem comprometimento com as pautas da Saúde Pública.
 
A carta traz a consolidação do SUS como eixo central das eleições municipais de 2020, abordando um conjunto de propostas e orientações aos elegíveis, assim como subsídios. Os conselho evidencia o diálogo intermitente com instituições do Legislativo, Executivo e Judiciário, além dos movimentos sociais, universidades e conselhos participativos.

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE