Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

MG: Pesquisa feita em esgoto indica que pior fase da contaminação pela covid-19 em BH passou

Após alcançar 850 mil pessoas na capital mineira, doença atingiu, em agosto, cerca de 110 mil pessoas na cidade e confirma tendência de queda

 

Uma pesquisa realizada pelo projeto-piloto Monitoramento Covid Esgotos mostrou que houve uma redução na estimativa de infectados pelo novo coronavírus em Belo Horizonte. Até o fim de agosto, 110 mil pessoas tinham sido infectadas na capital mineira. No mês anterior, o número chegava a 170 mil. 

Segundo a publicação, 100% das amostras de esgoto testaram positivo ao longo das últimas 11 semanas consecutivas de monitoramento na bacia do Arrudas, e nas últimas 13 semanas na bacia do Onça. 

O projeto-piloto Monitoramento Covid Esgotos tem o objetivo de monitorar a presença do novo coronavírus nas amostras de esgoto coletadas em diferentes pontos do sistema de esgotamento sanitário das cidades de Belo Horizonte e de Contagem. Dessa forma, é possível gerar dados para a sociedade e ajudar gestores na tomada de decisão.

No entanto, pesquisadores participantes no estudo reforçam que não há evidências da transmissão do vírus através das fezes (transmissão feco-oral). A ideia é mapear os esgotos para indicar áreas com maior incidência da doença e usar os dados como uma ferramenta de aviso precoce para novos surtos, por exemplo. 

Mais informações do projeto estão em saude.mg.gov.br

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE